Sanduiche de Shimeji com Gruyere


Liberdade é algo de um valor imensurável. É difícil sentir, perceber que a tem, mas quando não a temos, somos completamente infelizes.

Eu já experimentei a sensação de não ser livre, de não poder dizer o que quero e muito menos fazer o que quero. Já experimentei também a sensação de ter que ser diferente do que sou de natureza, pra satisfazer as regras que um dia já me foram impostas.

Mas hoje, isso tudo mudou. Hoje eu sou dona de mim mesma, dona do meu tempo, das minhas vontades, das minhas atitudes. Faço o que quero, falo o que quero (ou que eu me permito querer) e sou muito feliz assim.

Estou dizendo tudo isso porque eu tive essa sensação hoje quando antes de chegar em casa, resolvi passar no mercado e decidir o que faria pro meu jantar. De tanta andança nos blogs culinários da vida, meu estômago roncou por uma bruschetta de cogumelos com queijo, que se tornou a idéia de um sanduba de shimeji com gruyere. Também decidi na hora que tomaria vinho, pois apesar da gripe, um vinho em temperatura ambiente só traria vantagens pro meu corpo!

Depois, ao chegar em casa, curti sozinha um momento comigo mesma, o que só ilustra a independência e a aceitação própria que eu consegui conquistar, e que é muito importante pra mim.

Chega de lero lero… Comprei pão francês, queijo gruyere, uma bandejinha de shimeji, um vinho tinto seco e vim pra casa. Abri o vinho, cortei um pedaço do queijo, belisquei, sentei no sofá e fiquei cantando karaoke sozinha (os vizinhos devem pensar que eu sou doida). Daqui a pouco, a Jujuzinha linda, minha querida amiga, veio (eu já tinha ligado pra ela antes). Só interrompi o karaoke, botei uma música e continuamos tomando vinho e beliscando o gruyere.

O sanduba é tão rápido, tão besta de fazer, que a Ju disse que até ela dava conta de fazer! kkkkk. Vamos lá:

Ingredientes:

– 200g de shimeji
– 2 colheres de sopa de manteiga
– queijo gruyere a vontade
– 2 pães franceses (ou qualquer outro pão de sua preferência)
– 2 colheres de sopa de molho shoyu (coloque aos poucos e vá provando, até estar ao seu gosto)

Primeiramente, desramifique o shimeji e lave-o.

Em uma panela, fogo médio, derreta a manteiga e junte o shimeji. Depois que o shimeji soltar um pouco de água, junte o molho shoyu. Deixe até o shimeji ficar macio, cerca de 5 minutos.

Depois, é só montar o sanduiche. Abra o pão francês, coloque o shimeji.

Depois, coloque os pedaços de queijo gruyere.

Coloque um fiozinho de azeite na outra metade pão e um pouquinho de pimenta do reino moída na hora, se quiser.

Leve ao forno apenas pra derreter o queijo.

Quer saber? Eu adorei! Faça em casa e me diga se gostou também! Viu Rossana?

Beijos,

Dani Carneiro 😉

Anúncios

Sobre Dani Carneiro

Apaixonada por comida boa!
Esse post foi publicado em Sanduiche e marcado , , . Guardar link permanente.

15 respostas para Sanduiche de Shimeji com Gruyere

  1. Juliana disse:

    Hum…delicioso e super fácil de fazer. Ainda não fiz, mas farei com certeza.
    E a noite foi super agradável mesmo! Pode convidar sempre! rs

    Bjos

  2. Pingback: Bruschettas |

  3. Rossana Castro disse:

    Enquanto a Dani e a Ju degustavam um delicioso sanduiche, eu comia um singelo saduba de patê de frango da padaria, não que estivesse ruim, mas pô, perdo do sanduba de shimeji…uma pobreza…
    Acho que dou conta Dani!! Adoro shimeji!! Farei um dia….e conto depois como foi!

  4. leiliane disse:

    Ai, meus sais. Salivei!

  5. iliane disse:

    que delicia..amei..muito bom mesmo..bjus

  6. Lídia disse:

    Dani, concordo com a Ana Carol, vc tá virando a rainha dos sandubas!
    Ontem mesmo comentei com o Mário dos seus sanduíches que vc já colocou aqui e vc vem e coloca mais esse…
    Isso é tortura, menina!!!
    Beijos!

    • Dani Carneiro disse:

      Hahahaha, Lidia. Não sei como isso pode ser uma tortura pra vc, que sabe cozinhar tão bem. Além disso, o Mario também é prendado que eu sei. É só fazer em casa. Mas se quiser, também podemos marcar uma noite de sandubas qualquer hora…

      Beijos.

  7. Mudou, né, danadinha? ahahahahahahahahahahaha
    Dani, vc tá virando a rainha dos sandubas!!!!
    Oh, my God!!!! Cada um mais apetitoso que o outro.
    Amei!!!!
    Beijos

  8. Lylia disse:

    Oi Dani,
    A independência e o estar só é uma das melhores sensações da vida.
    Muito bom seu texto.
    O sanduíche, então,nem se fala.
    Por sinal, onde vc conseguiu comprar esse pão tão maravilhoso? Não o encontro por aí.
    Bj,
    Lylia

    • Dani Carneiro disse:

      Oi Lylia! Obrigada!
      O pão eu comprei no Oba de águas claras. Só tinha desse tipo lá, mas imagina esse sanduiche com um pão ciabata… acho que ficaria uma delícia!

      Beijos.

  9. João Carlos disse:

    Maravilhoso!!!! Não sei se o prato é tão gostos quanto o relato da Dani na inspiração antes de sua elaboração. Deu muita água na boca.

O que você achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s