Espaguete a bolonhesa


Eu não sei ao certo quando comecei a me interessar por culinária. Mas se fosse pra arriscar, diria que foi com um ex-namorado, há muitos anos atrás, chamado Leonardo. O primeiro prato que ele fez pra mim foi um espaguete à bolonhesa que ele havia aprendido com um italiano.

Depois disso, comecei a fazer essa macarronada em casa. E depois ele me ensinou uma outra receita de sobrecoxas ao molho de cerveja preta, que eu também já reproduzi muitas vezes, até enjoar. Portanto, eu diria que ele foi a pessoa que me deu um empurrãozinho pra culinária.

Então, dia desses minha irmã me fez um pedido especial: aquela macarronada. Nem sei explicar a satisfação que eu sinto quando uma pessoa querida me pede para fazer um prato. É uma sensação deliciosa. E eu faço com todo amor do mundo. Mas atenção: eu disse só as pessoas queridas! Pois sempre tem uns chatos que me perturbam com certos pedidos inconvenientes. Rsss.

Bom, não reproduzi a receita do Leonardo fielmente, mas me lembrei dos detalhes que ele dizia que faziam toda a diferença.

Ingredientes (para 5 pessoas):

– 500g de espaguete;
– 600g de carne moída (gosto de patinho);
– 100g de bacon moído (peça para o açougueiro moer junto com a carne, 2x)
– 2 latas de tomate pelado (a receita original era com tomates bem maduros, mas eu simplifiquei a minha vida);
– 5 dentes de alho amassados;
– 1 cebola grande cortada em cubos;
– 1 xícara de salsinha e cebolinha picados;
– sal e pimenta do reino a gosto;
– um fio de azeite;
– 1 copo de cachaça (acrescentei por conta própria, mas não consta na receita original).

Preparo:

Aqueça um fio de azeite em uma panela e acrescente a carne e o bacon moídos. Refogue bastante até que a carne esteja bem dourada. (Eu refoguei por uns 30 minutos).

Acrescente o alho amassado e deixe refogar mias um pouco. Quando o fundo da panela estiver marronzinho, jogue a cachaça e mexa para soltar do fundo (isso vai agregar sabor à carne).

Coloque uma panela grande à parte com bastante água para ferver.

Quando a cachaça secar, acrescente a cebola, sal e pimenta do reino. Se quiser colocar uns temperinhos de ervas nesse momento, vai bem. Eu não coloquei porque estava na casa da minha mãe e lá não tinha, senão teria colocado alecrim, tomilho ou ervas de provence.

Nesse momento, a água do macarrão já estará fervendo. Acrescente sal, mexa e acrescente o macarrão. Mexa de vez em quando, até que esteja cozido ao dente.

De volta ao refogado de carne, acrescente os tomates pelados. Parta os tomates no menor tamanho que conseguir. Se preferir, parta-os antes de colocar na panela. Mexa bem, tampe e deixe cozinhar até os tomates derreterem, mexendo de vez em quando.

Abra a panela, acerte o sal se for necessário, desligue o fogo e acrescente salsinha e cebolinha picados.

Escorra o macarrão e sirva separado. Se desejar, polvilhe queijo parmesão ralado por cima.

Dani Carneiro 😉

Anúncios

Sobre Dani Carneiro

Apaixonada por comida boa!
Esse post foi publicado em Massa, Prato Único e marcado , , , , . Guardar link permanente.

O que você achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s