Leque de batata


Outro dia um amigo do grupo de culinária do qual participo postou essa receita de batata assada. E depois de alguns comentários, brincamos dizendo que a batata do Wagner estava assando. Rsrs

E assou mesmo. Nos reunimos pra fazer uma comidinha e ele mesmo sugeriu que testássemos essa receita. Peguei a ideia da coisa e improvisei.

Processei um pedaço generoso de manteiga com sal e ervas frescas: tomilho, salsa, cebolinha e alecrim. Cortei as batatas em fatias finas sem chegar até o final e besuntei cada abertura com essa manteiga de ervas. Na verdade quem fez isso foi minha amiga Ju, enquanto o Wagner afinava seu violão. Para processar, usamos um processador, mas também pode ser feito com mixer, liquidificador ou até mesmo misturar as ervas picadas em manteiga amolecida e depois esperar firmar de novo na geladeira.

Depois, embrulhamos cada batata em papel alumínio e colocamos numa assadeira.

Levamos ao forno médio por cerca de 30 minutos (até as batatas ficarem macias). Depois tiramos o papel e deixamos assar mais um pouco em forno mais alto, até ficarem douradas.

Não ficou tão crocante quanto a promessa da receita, mas ficou gostosa. Acredito que super crocante só ficariam se fossem fritas.

As batatas serviram de acompanhamento para o peixe à pizzaiolo do post anterior.

Dani Carneiro 😉

Anúncios

Sobre Dani Carneiro

Apaixonada por comida boa!
Esse post foi publicado em Acompanhamento e marcado , , . Guardar link permanente.

O que você achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s