Um dia cinzento


Quão complexa é a mente humana! Tem dias em que estamos tão bem e noutros dias parece que uma nuvem negra percorre sobre nossa cabeça. Como lidare com os nossos sentimentos mais íntimos? Como controlar a ansiedade e o medo de viver coisas novas? Como usar suas forças para vencer a insegurança que cisma pairar na nossa vida quando há pouco estávamos tão seguros de si?

Já experimentou dar nome ao que está sentindo? Tente. É complicado. Sai um emaranhado de sentimentos que nos confundem. Imagine o seu dia de hoje e veja o que te irritou ou que causou algum mal estar dentro de você. Tem como modificar o que sentiu? Tem como abstrair? Tem como não levar para o lado pessoal?

Às vezes me sinto tão cansada de ser gente grande. Seria ótimo ter alguém pra levar meu carro pra revisão, mandar lavá-lo, consertar o interruptor de luz que não funciona, trocar as baterias dos relógios, fazer as compras do mês, limpar a casa, ir ao sapateiro, consertar o fogão, comprar uma nova panela de pressão, cuidar de mim. Seria ótimo ter alguém pra cuidar de mim como quando eu era criança. Mas por mais que eu tenha pais super amorosos, eu não sou mais uma criança e preciso tomar conta da minha própria vida.

Preciso tomar decisões, trabalhar todos os dias, pagar contas, escolher quem pode ou não fazer parte da minha vida. Preciso gerenciar a atenção que minha família e amigos pedem. E ainda bem que sou querida.

Mas difícil mesmo é lidar com os sentimentos. Principalmente quando se é como eu: transparente demais. Ninguém me ensinou a esconder o que sinto, e talvez eu até saiba fazê-lo. Mas o incômodo que isso gera internamente é tão mais forte, que acabo pagando o preço de me mostrar completamente. E já dizia Caetano: “cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é “. Compreensão, aceitação, respeito e parceria são o que eu espero das pessoas.

Por tudo isso e por hoje eu estar me sentindo totalmente carente, vou ficar caladinha, quietinha, tentando entender e melhorar meus sentimentos. E espero que amanhã o dia amanheça muito mais iluminado e que ele sorria pra mim. E que essa maldita TPM tenha ido embora!

Dani Carneiro

Anúncios

Sobre Dani Carneiro

Apaixonada por comida boa!
Esse post foi publicado em Divagações. Bookmark o link permanente.

10 respostas para Um dia cinzento

  1. Lídia disse:

    Dani, espero que já tenha passado os dias cinzas.
    É difícil ter que se virar, estou passando por isso, mas não podemos desanimar. Faz parte da vida de “gente grande”, rs.
    Bjs.

  2. Rhéa Silvia de Castro Contini disse:

    Dani, acabo de te conhecer procurando na internet uma receita de macarrao com abobrinha, achei a sua e vou testar hoje no almoço. Já te direi algo de como me saiu.
    Quanto ao seu dia cinzento, acho que nao durará muito, vc vai ver que sol esplêndido brilhará amanha….
    Abçs.

    • Dani Carneiro disse:

      Oi Rhéa! Seja muito bem vinda a essa cozinha!
      Adoro esse prato de macarrão com abobrinha, espero que vc goste também.
      Quanto ao dia cinzento, hoje já é um novo dia e o sol sorriu pra mim. 🙂
      Beijo grande e volte sempre!

  3. Cibele disse:

    Dani, isso é normal…ser adulto exige muitas responsabilidades que dá vontade de voltar a ser criança mesmo…adorei te conhecer, pena que nos falamos tão pouco…mas agora que vi que Brasília é mais perto do que imaginava vou visitar mais vocês!!!

    Amei o jantar que você preparou, quero a receita pra fazer aqui em casa porque já fiz propaganda da sua comida por aqui…rssss…

    Beijos e fique bem!!!

    • Dani Carneiro disse:

      Oi Cibele! Também gostei muito de te conhecer, te achei super divertida. Volte mais vezes mesmo. Qdo eu for a Sao Paulo te visito tb.
      Vou colocar a receitinha no blog essa semana ainda.
      Bjo!

  4. Ana Carol Crocks disse:

    Ai, ai, Dani, ando numa fase completamente assim!!!!!! Só repensando, reavaliando…

  5. Tânia Marques disse:

    Dany acho que todos temos esses dias…é normal, o importante é não deixar o desânimo se instalar, porque pra desinstalar é trabalhoso.
    Senti sua falta ontem viu, te gosto um tantão bem grande!

O que você achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s