Ingredientes para dieta. Pratos rápidos.


Olá pessoal! Saudade de vir aqui falar um pouquinho com vocês. Antes de mais nada, gostaria de agradecer o carinho e a paciência de vocês em permanecerem comigo, mesmo com a minha precária atualização no blog. Cada dia mais os acessos a esse querido espaço tem crescido e novos seguidores estão chegando. Saibam que me sinto honrada com a presença de vocês, por mais que eu não os veja ou os conheça.

Hoje quero falar da praticidade na cozinha. Isso é algo que ando buscando muito ultimamente, já que o tempo está cada vez mais escasso. Eu tenho uma rotina durante a semana que me exige que meus almoços fiquem prontos em no máximo 10 minutos. E vou lhes contar agora como faço.

Como sabem, eu moro sozinha, então minhas porções devem ser pequenas, para que não estraguem. E jogar comida fora é muito contra os meus princípios. Tudo deve ser aproveitado. Por isso, algumas compras devem ser semanais, como frutas, folhas e embutidos (peito de peru, presunto magro). Alguns legumes duram mais do que 1 semana, então esses podem ser comprados uma vez por mês, já que porções serão congeladas, como vou lhes contar agora.

Como procuro ter uma alimentação saudável e pouco calórica, como carboidratos costumo ter arroz e macarrão integrais. O arroz eu compro daqueles que vem em saquinhos. E um daqueles saquinhos é suficiente para 3 ou 4 refeições, já que na minha dieta é permitido apenas duas colheres de arroz em uma refeição. O macarrão deve ser consumido em substituição ao arroz e equivale a uma concha cheia. Você vai pensar: é muito pouco! E é mesmo. Mas aí você compõe o prato com outras opções de baixa caloria. Portanto, para uma semana cozinho um saquinho de arroz e um pouco de macarrão. Assim eu vou intercalando-os nas refeições para não enjoar.

Quando compro brócolis, que é um excelente vegetal e de baixíssima caloria, eu os coloco em uma assadeira temperados com sal, azeite e alguns dentes de alho. Gosto dos brócolis ninja. Quando prontos, separo o que devo consumir na semana e congelo o restante em vasilhas menores.

Também costumo ter repolho (o roxo tem mais propriedades benéficas), alface e rúcula. O repolho tenho que comprar a metade. Costumo consumi-lo em tirinhas bem finas apenas temperadas com sal e azeite. Adoro a crocância dele.  A rúcula e a alface eu costumo higienizar no domingo, secá-las e guardar numa vasilha plástica grande em camadas, separadas por papel toalha. Isso faz com que elas durem muito mais.

Para complementar a salada me abasteço de palmito já picado, kani kama e tomates sweet grape. Na hora de preparar a salada é só acrescentar uma colher de sopa de palmito, picar uma barrinha de kani kama e acrescentar alguns tomatinhos, que também já os deixo higienizados para facilitar durante a semana. Queijo minas, latas de atum e pepino também são ótimos complementos para a salada. Se a sua dieta permitir, castanhas (em pouca quantidade) acrescentam uma deliciosa interessância! Eu também sempre coloco alguma fruta, como morango ou kiwi. Fica déli! O meu molho básico de salada é composto de azeite temperado, aceto balsâmico temperado e sal.

Para o café da manhã e lanches entre as refeições eu vario entre banana picada com iogurte (zero gordura e zero açúcar) e granola e Rap10 com presunto magro ou peito de peru e requeijão light ou muçarela light. Coloco no grill e dá tempo de tomar um banho de manhã enquanto fica pronto. Mas eu sou bem rápida! Também consumo queijo minas em cubinhos. Geralmente acompanho com uma xícara de café com adoçante ou suco de uva integral (copo pequeno). Algumas vezes encaro um supino, que é aquela barrinha de banana coberta com chocolate. Possui 87 calorias e segura minha fome um pouquinho. Costumo consumi-la antes de malhar, para almoçar logo depois.

No jantar eu posso repetir o almoço, mas aí, como tenho um pouco mais de tempo eu costumo variar um pouco. Aí brinco com abobrinhas, omeletes, faço combinações com os ingredientes acima e monto pratos um pouco diferentes.

Para o lugar das proteínas eu costumo comprar espetinhos prontos, linguiça de frango da Copacol, filezinhos de frango que já deixo temperados ou bifes de carne bovina. Enquanto preparo uma salada, a carne está no grill e o arroz ou macarrão estão aquecendo no microondas.  O único molho de macarrão admitido é o sugo, que eu já mantenho congelado na geladeira. Às vezes coloco champignons no molho.

Essa semana trarei pra vocês duas receitas muito simples e rápidas que seguem essa linha que descrevi. Uma massa de 5 minutos e uma omelete de jiló.

Se você quer começar uma dieta e não sabe quais itens comprar pra sua geladeira, essas são algumas ideias para te inspirar. Mas cuidado! Se for comprar muita coisa, tem que preparar todos os ingredientes a fim de não deixar estragá-los.

Um segredo que costuma funcionar comigo para que eu não fuja da dieta é andar com minha própria comida. Não se deve ficar muito tempo com fome. Quando o estômago reclamar, abasteça-o.

Dani Carneiro 😉

Anúncios

Sobre Dani Carneiro

Apaixonada por comida boa!
Esse post foi publicado em Divagações, Light e marcado . Guardar link permanente.

3 respostas para Ingredientes para dieta. Pratos rápidos.

  1. Tatiana disse:

    Adorei o post, Dani. Essa dica de como guardar o alface achei ótima. Vou segui-la com certeza!!!! Bjs

  2. Trembom disse:

    Dani, que detalhado. Para driblar a falta de tempo a gente tem que se organizar realmente senão tudo desanda. Bem o sei. Vc nao pode consumir abobora?

O que você achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s