Fenomenal 2014


image

Transformação. Se há alguma palavra que pode definir este ano para mim, é a transformação.

Ele começou meio tímido e prometendo muitas coisas. No início do ano, muita vezes eu repeti o mantra “Fenomenal 2014”. E verdadeiramente ele foi fenomenal.

Este ano jamais será esquecido. Nele vivi experiências fantásticas e descobertas incríveis. Coisas que eu jamais imaginei aconteceram. Foi o primeiro ano da minha vida que vivi desperta. Antes eu estive dormindo um sono profundo. O sono da ilusão. Agora a minha realidade é outra. Agora eu entendo um pouco mais do mundo, de mim, da vida, do Universo. E dessa vez eu tenho certeza de que estou no caminho certo. Dessa vez me sinto competente. Sinto orgulho de mim pelo tanto que avancei. E sei que ainda tenho muito chão pela frente, mas agora já consigo colher o que meus passos no início desse caminho plantaram e estou plantando mais todos os dias.

Logo no início do ano consegui o que tentava há dez anos e não conseguia: emagrecer. Eu havia feito toda sorte de dietas que se possa imaginar e possuía o tão famoso efeito sanfona. Mas no final de 2013 eu firmei um propósito de que iria emagrecer. E a luta começou logo no dia 2 de janeiro. De repente, o que eu imaginava que seria difícil simplesmente fluiu sem muito sofrimento. O que foi diferente das diversas tentativas anteriores? Eu encontrei dentro de mim a força e determinação que eu precisava. Eu encontrei dentro dos meus sentimentos o motivo que me fazia “compensar” a dor com a comida. E me dispus a enfrentá-lo. À medida que você conhece o motivo, você pode escolher fazer diferente. Enquanto você permanece na ilusão e na crença de que “eu não dou conta”, você se coloca no papel de vítima da vida e anula o seu poder de modificar a sua realidade.

Esse ano também venci o que comecei a atacar no início de 2013: o descontrole financeiro. Sim, muitos não sabem, mas eu não tinha controle. Eu gastava mais do que eu tinha e estava sempre assombrada pela realidade de não conseguir me organizar. E com isso, muitos dos meus sonhos que envolviam dinheiro ficavam cada vez mais longe. Muitas vezes tive insônia por causa disso. Era sempre no vermelho, era sempre atrasando uma conta ou outra, era o orçamento atolado de empréstimos. Eu não tenho vergonha de admitir isso. Você que sempre foi organizado e que não possui essa dificuldade, certamente irá me julgar. Porém, as coisas não são superficiais como você imagina. Uma coisa que é fácil pra você pode não ser fácil para outra pessoa. E isso pode envolver muitos sentimentos, traumas e bloqueios. Não julgue. Hoje eu posso dizer que sou vitoriosa. No início de 2013 comecei um planejamento financeiro e hoje acabei com quase todos os meus empréstimos, restando apenas aqueles financiamentos que muitas vezes são essenciais, como carro e casa. Sim, meus amigos, eu não só saí da pindaíba como comprei o meu próprio apartamento. É claro que vou passar uns bons anos da minha vida pagando-o, mas pelo menos não estou torrando meu dinheiro em juros para banco que não me dá nenhum retorno.

Hoje meu dinheiro ainda não sobra como eu gostaria, mas durmo tranquila e sob o meu próprio teto! =)

E isso também não foi construído com sorte. A verdade é que isso se deu com muito trabalho e auto confronto. Desde que descobri que atrás do meu descontrole financeiro havia uma insegurança enorme, um medo de não ser aceita pela sociedade e uma tentativa frustrada de ser o que eu imaginava que me garantiria essa aceitação, resolvi enfrentar o medo. Tive que correr o risco de ser rejeitada, porém bancando minha própria vontade e meus interesses. Foi surpreendente aprender a dizer não para várias situações e sustentar a minha decisão. Dessa vez eu estava fazendo por mim. Eu finalmente comecei a cuidar da pessoa mais importante da minha vida: eu mesma!

Esse dois aspectos eram os que mais tiravam minha paz de espírito, sabe? Quando eu estava gorda ou endividada, eu perdia o brilho, eu ficava muito infeliz, sem esperança. E depois que eu consegui enfrentar esses desafios, a minha vida foi se abrindo para descobrir muito mais.

Eis que de repente eu me deparo com mais uma triste realidade no meu caminho de autoconhecimento: eu não confiava em mim. E talvez voce não saiba, mas quando não confiamos em nós, também não confiamos em ninguém. Assim como quando não nos amamos, também não amamos o outro e quando não nos aceitamos, também não aceitamos o outro.

E ao me deparar com essa falta de confiança em mim, procurei a confiança no outro em momentos de maior fragilidade e sabe o que aconteceu? Eu percebi que ninguém podia me ajudar. De verdade. Que só eu mesma podia fazer algo. Talvez seja difícil ser entendida nesse ponto, mas a partir do momento que eu resolvi tentar confiar em mim, eu descobri uma coisa maravilhosa! ! Eu descobri um pouquinho de fé e comecei a alimentá-la dia após dia e isso causou uma mudança extraordinária na minha vida: eu me conectei com Deus. Eu comecei a sentir a grandiosidade que é tudo isso aqui. Gente, eu vivia numa cegueira completa, não conseguia ver e muito menos dimensionar o quão grande e poderoso é esse Universo tão misterioso. Eu sei que isso pode parecer papo de religioso fanático, mas eu vou te contar uma coisa: eu me libertei de religiões. Não há nenhuma que me caiba por completo. Eu agora sou aberta, acredito e sigo o que meu coração diz. Minha religião é meu coração.

Eu já fui católica, kardecista, umbandista e jamais senti a conexão e fé que sinto agora. Nunca fiz uma oração que me causasse algum sentimento. Tanto é que, quando eu queria algo, eu pedia pra minha mãe rezar pra mim, pois na fé dela eu acreditava, na minha não. Rsss

Então, depois de iniciar um caminho de autoconhecimento, no meio dele me encontrei num caminho espiritual. E isso se tornou a prioridade número um da minha vida. Não porque quero ser salva por um Deus que me julga e sim porque quero ser livre das amarras que eu mesma criei pra mim. Descobri que Deus está dentro de mim e eu posso ser o que eu quiser! E comecei a me interessar muito por isso e busquei respostas e conhecimento em tantos lugares!

Comecei a meditar, o que pra mim é inacreditável. Mas a maior mudança de todos os tempos, até hoje eu não acredito: eu parei de beber bebida alcoólica. Os meus amigos que estão lendo isso devem estar atônitos, pois sabem o quanto sempre apreciei cervejas e vinhos. Onde eu estava tinha! Se não tivesse, eu também não estaria. E já faz mais de três meses que o álcool se tornou uma lembrança apenas. Hoje, apesar de ele ainda permear os meus pensamentos, eu não consigo mais me associar a ele. Não consigo me imaginar bebendo. E eu só parei de beber porque eu tive uma motivação. O meu coração me disse que para seguir o meu caminho espiritual eu precisava parar. Talvez por um tempo, não sei. Mas cada dia que passa eu tenho mais certeza da escolha acertada que fiz. Para curar muitas partes profundas de mim eu precisava que o álcool saísse da minha vida. E sigo me curando. E sigo percebendo as inúmeras transformações.

Talvez isso tudo pareça papo de doido e isso é porque não estou aprofundando. Eu comecei a me lembrar de vidas passadas e tive oportunidades de limpar carmas muito antigos e pesados. De repente comecei a ter consciência de muitas partes do meu eu espiritual que eu não sentia ou imaginava que existissem. Minha percepção sensorial aumentou. Minha intuição agora é forte e eu me peguei dizendo palavras que eu não sei de onde saíram e essas palavras começaram a fazer diferença na vida de pessoas ao meu redor.

Comecei a ouvir elogios, e minhas mudanças começaram a ser admiradas e contempladas.

Amigos começaram a me procurar pedindo ajuda para seus problemas. E eu ofereci com muita gratidão o meu caminho, porém disse que cada um tem o seu caminho. Cada um precisa encontrar as suas respostas. Minha vida não é verdade absoluta para a vida de ninguém. O que posso oferecer? Ouvidos, perguntas que os façam pensar, às vezes minha opinião sobre determinado assunto e também ajuda profissional que me ajudaram e podem ajudar a tirar qualquer pessoa desse estado de inércia e resignação na vida. O principal é querer! Vi muita gente que perguntou, viu que pra isso exigia certo esforço e desistiu. Também ouvi muita gente dizer: eu não quero me conhecer, tenho medo de descobrir coisas sobre mim! Fiquei pasma, mas aprendi a respeitar. Cada um tem seu tempo.

Enfim, amigos, esse ano comecei a sentir algo que eu não sentia antes: gratidão. Eu achava que a vida era injusta e arbitrária. Mas percebi milagres acontecendo na minha vida diariamente.

Eu gostaria que todos tivessem tido um 2014 como eu tive. Pois cada dia que vivo eu sinto felicidade por fazer parte disso aqui.

E para 2015 eu tenho metas ousadas. Espero muito desse ano e acredito que tudo acontecerá rápido. Assim como eu fui atendida em tudo o que pedi em 2014, em 2015 o triunfo será pleno.

E no final do ano eu vou voltar aqui para contar pra vocês.

Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

Dani Carneiro 😉

Anúncios

Sobre Dani Carneiro

Apaixonada por comida boa!
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Fenomenal 2014

  1. Gustavo disse:

    Parabéns Dani! Lembrei de você hoje e vim aqui ler um pouco seu site. Como já dizia um Buda, que não lembro o nome: “Você é o seu próprio caminho”.

  2. Talita. disse:

    Adorei, me identifiquei muito com essa sua nova visão sobre a vida, parabéns, estou seguindo o mesmo caminho, você chegou a ler algum livro, e si você leu por favor compartilhe, adoro aprender coisas novas,
    Muita luz para você.

    • Dani Carneiro disse:

      Oi Talita! Que bom que vc se identifica com esse caminho, pois creio que ele é a única forma de atingirmos a felicidade. Leio os livros do pathwork – Eva Pierrakos, mas participo de um grupo de autoconhecimento nessa linha onde trabalhamos em cima do livro. Gosto muito de assistir vídeos e acompanhar blogs. Esse canal do Vinícius Francis tem vídeos que ele gravou que são maravilhosos: https://www.youtube.com/channel/UCDXK2MHkurW_zgrdMz2sEVA!
      Também gosto de acompanhar o blogsintese.blogspot.com.br/ e o stelalecocq.blogspot.com/.
      No mais, qualquer livro que promova a reflexão do autoconhecimento eu acho válido. Tem uns do Deepak Chopra que são bons.
      Sempre que quiser tirar alguma dúvida pode me escrever: danielle.carneiro@gmail.com. Se eu puder, te ajudarei com prazer.
      Beijos.

      • Talita. disse:

        Dani, um Feliz Natal para você, adorei as suas indicações já estou lendo o livro da Eva Pierrakos, adorei tudo, por favor não deixe de postar, essa nova fase tão linda da sua da vida, a qual eu também estou seguindo…e o quanto é bom a gente conhecer o nosso interior..
        É realmente incrível, libertador.
        Muita Luz para você.

        Beijos.

  3. Dani Estevam disse:

    Muito lindo, profundo e verdadeiro. Me identifiquei em vários pontos. E estou muito feliz e grata por termos tido coragem de nos olharmos no espelho.
    Que 2015 venha com tudo e que você abrace e comungue com seu triunfo.
    Abraços fraternos carregadinhos de luz.
    Namastê

O que você achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s